Centrais de Abastecimento do Pará

Text Size

Current Size: 100%

Page Style

Current Style: Standard

Ceasa inaugura espaço permanente para venda de pescado e mariscos

Ceasa inaugura espaço permanente para venda de pescado e mariscos
Em 04/04/2012
 
Conhecida por ofertar normalmente produtos de hortifrutigranjeiros a preço baixo, este ano a Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) apresentou ao público uma novidade que vai continuar mesmo depois da realização da Feira do Peixe pra Valer, promovida pela Secretaria de Pesca e Aquicultura do Estado do Pará (Sepaq). A central passa a oferecer em seu espaço a venda de pescados, mariscos, produtos para sushi, sashimi, além de carnes importadas e produtos exóticos.
 
A inauguração na Semana Santa, na qual tradicionalmente o peixe é uma das principais opções na mesa dos paraenses, obteve sucesso nas vendas do novo atacadista. A novidade chamou a atenção de quem visitou a Ceasa por conta da Feira do Peixe Vivo. “É uma segunda opção para quem veio atrás de pescado mais barato. O produto é novo aqui dentro e de qualidade. O objetivo da Ceasa é agregar o máximo de serviços possíveis para oferecer à população” afirma o diretor operacional da Ceasa, Marco Normando.
 
“Vim aqui atrás do peixe vivo, mas adorei a novidade do peixe fresco” contou Auxiliadora do Carmo, frequentadora assídua do mercado da Ceasa. “É possível garantir o cardápio completo da Semana Santa, o peixe, a pimenta, o cheiro verde, o limão, enfim, todos os ingredientes para preparar o almoço” ressalta.
 
A venda é feita normalmente no atacado, mas também pode-se adquirir produtos a preço de varejo, como por exemplo: a Dourada, com preços entre R$ 12 a R$ 16 o quilo; Pescada Amarela a R$17; Salmão, que custa de R$ 18 a R$ 20, o quilo. Além de outros mariscos, como o camarão regional por R$ 15 (Kg), o camarão rosa sem cabeça e com casca por R$ 22 (Kg), e o descacado, por R$ 28.
 
No restante do mercado o consumidor também encontra o bacalhau, muito procurado neste período, com o preço de atacado por R$ 35 (do Porto), R$ 25 (Saith) ou R$ 20 (desfiado) o quilo. Já os produtos de hortifruti estão com os preços de costume: couve a R$ 3 o maço; chicória (maço) a R$ 1; jambu a R$ 1 (maço); salsa a R$ 2,50; chuchu a R$ 1,50; pimentão R$ 3 (Kg); pimenta de cheiro (litro) a R$ 1; tomate rasteiro a R$ 2 (Kg); batata inglesa escovada a R$ 1,30, o quilo; cebola a R$ 2; cenoura a R$ 2; abacaxi a R$ 2,50 a unidade; acerola a R$ 2 o litro; maçã fugi (kg) R$ 3; mamão Havai (Kg) R$ 1,80; manga Tommy (Kg) R$ 2; maracujá (Kg) R$ 2, e o litro do Tucupi a R$ 1.
 
Serviço: a Ceasa abre os portões a partir das 22 horas e as vendas seguem até às 14 horas. Excepcionalmente por conta deste feriado, a central, que fica na Estrada do Murucutum, km 4, s/n, avenida Ceasa, não abrirá na madrugada de quinta (5) para sexta-feira (6). O horário de funcionamento normal é de 22 às 14 horas.

 

Texto: Izabelle de Mesquita 

Estrada do Murutucum, km 04 Av.Ceasa, s/nº - Curió - Utinga - Belém - PA
CEP:66610-120 | Fone: (91) 3228-9120 Fax: (91) 3228-9171